quarta-feira, 11 de novembro de 2009

...



O mundo anda deprimido. O mundo, a minha vizinha de baixo, o meu vizinho do lado, e o cão que se senta Às vezes à entrada do prédio a ver a chuva não cair. É uma depressão global que afecta todos nós. Não é a falta de dinheiro, é a falta de motivo, é a falta de essência, é a ausência de uma ordem e de uma estrutura, e o aparecimento duma previsibilidade que torna tudo parado. Dantes não se sabia como se fazia o quer que fosse, mas as coisas apareciam, aconteciam. Hoje, parece que este movimento a cem à hora é falso, parece que tudo está parado, ou quanto mais a andar para trás, em direcção a uma vida ignóbil, que nunca antes se viveu. O mundo anda deprimido. Eu não, eu sempre fui miserável, e um miserável já está habituado a isso tudo. Tudo o que faço é sorrir ironicamente para a toda a palhaçada e macacada.

Já não se escrevem cartas, já não se fala, já não se vê. A revolução tecnológica não me deixou de fora, mas não sou propriamente um adepto. As pessoas sem mais nem menos querem se suicidar. Se há coisa que eu faço, é questionar a minha existência, e até o seu valor. Mas nunca me passou pela cabeça fazer o quer que fosse. Não me vejo como um tipo infeliz, mas todos os sorrisos que transporto são muitas vezes exteriores. O suicídio não é coisa de pessoas felizes, mas sim pessoas felizes que não sabem como lidar com a tristeza... Eu dou-me bem com a tristeza... gosto mais da tristeza do que do tédio, esse sacana... mas há pessoas, que não a suportam, que não aguentam viver um segundo de tristeza, pessoas que talvez estejam mal preparadas para a vida.

Falo eu, criatura que não sabe o que diz, que nem sequer consegue continuar o tema de uma conversa... Que não gosta de criticar duramente, prefere criticar subtilmente, mas que carrega com dureza nas críticas. Agora sinceramente apetecia-me apagar todo o post, mas o que disse está dito, e não é completamente falso.

2 comentários:

Sérgio Falé disse...

Estou a ter um dejávu!!!!!

Austeriana disse...

jP,
Fizeste bem em não apagar o post! Como de costume, o escrito é desconcertante (no bom sentido, claro)!