terça-feira, 29 de setembro de 2009

o silêncio do senhor presidente

muitos viram no silêncio do senhor Presidente um erro. eu achei um sinal de honra. nunca se deve seguir as especulações feitas pelos media. se já devia ter falado? claro que não. se ele falasse ia influenciar a campanha. dizem que o seu silêncio influenciou, mas se influenciou foi porque todos os partidos políticos, especialmente PS e PSD, por aproveitamento dos primeiros e por tentativa de aproveitamento dos segundos, para além de uma completa falta de jeito para a política, e de uma grande ingenuidade. como tal quem se deixou levar por todo este caso, que verdade ou não, era tudo menos oficial, não devia... devia olhar para o programa dos partidos e não para esta polémica. se o programa eleitoral dos partidos andou à volta disto, isso diz muito sobre a qualidade dos partidos que temos.

3 comentários:

kiko disse...

Algo de errado se passa com a política portuguesa...e algo de bastante sério...

Gostei do blog

cumps

Austeriana disse...

jP,
Que te pareceu o esclarecimento do PR? Para mim, foi pior a emenda que o soneto.
Abraço.

jP disse...

não acho. ele é uma pessoa séria, e se este caso prejudicou alguém que não merecia foi a ele. o PS beneficiou, o PSD saiu prejudicado por culpa própria, e se Portugal saiu prejudicado foi por culpa própria: o Presidente havia avisado que isto era só para retirar atenções das eleições, e para as pessoas e partidos se focarem no essencial: que política ridícula em que polémicas têm mais importância que os programas. recordo que isto nasceu nos jornais, com a publicação de um documento pessoal, que não pode ter qualquer tipo de reflexo oficial...

quanto à declaração em si, achei-a muito correcta. criticou sobretudo o PS porque foi o PS que saiu beneficiado, e porque foi aquele que mais mexeu nisso, juntamente com o PSD. mas desde sempre o PS tentou manchar um Presidente que é dos mais exemplares da história... é facto que o PS tentou desde cedo desviar as atenções do essencial, e conseguiu. e o PSD como macaco de imitação, caiu na ratoeira...

discordo de quem disse que o Presidente acusou JS de ter algum tipo de influência em arranjar o seu e-mail: apenas focou que tudo isto nascera de um documento pessoal, que nunca deveria ter sido revelado, o que pelo menos eu, já tinha percebido....

o PS foi acusado, e foi realmente culpado, de tentar colar o presidente ao PSD, o que já tem feito, e de tentar desviar as atenções, o que eu acho gravíssimo, mas o que aqui é grave é o presidente falar tarde....

para mim o que é grave é não haver respeito pelo presidente, e as atenções políticas estarem voltadas para os jornais...
se o presidente é honrado o suficiente para não ligar a pressões mediáticas e não seguir o rasto a políticos opoortunistas, como JS e MFL, acho isso de louvar...

nunca houve nada para desmentir, pois nunca nada foi dito oficialmente. os contextos pessoais e oficiais devem ser distinguidos.

cumps

ps:. já vi a minha tarefa irei realizá-la assim que puder...