sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Que bom é ter uma vida miserável!



Todas as pessoas têm uma vida miserável, à sua própria maneira pois claro. Não me farto de repetir isto. O Cristiano Ronaldo tem uma vida miseravelmente luxuosa, o Dalai Lama uma vida miseravelmente sábia, o Einstein teve uma vida miseravelmente genial, Mozart uma vida miseravelmente musical, Cristopher McCandless uma vida miseravelmente vadia, Bob Dylan uma vida miseravelmente solitária, e eu uma vida miseravelmente miserável. Penso que já me fiz entender neste ponto.

A grande questão está em saber se é mau ter uma vida miserável. Eu não o acho. Eu gosto de ter uma vida miserável. E com certeza as outras pessoas de que falei também estão satisfeitas com a sua miséria. Isto não é um hino ao Comodismo, nada disso. Sou totalmente contra o Comodismo! Mas é claro que toda a gente terá uma vida miserável. Mas essa miserabilidade deve ser atingida. E muitas vezes só atingindo essa miserabilidade se atinge a paz, a felicidade ou o que quer que seja de que andávamos atrás.

Sem comentários: