domingo, 16 de janeiro de 2011

mudança de marés



a forma intempestiva como o piano entra em The Pelican, em harmonia com a voz desesperada, em nada previne o ouvinte para a força libertada aquando de "leave you nothing", desaguando numa sequência de bateria e guitarra perfeita. é uma alegoria de um pelicano e do pescador a quem rouba o peixe, uma relação humana em que existe aproveitamento de uma das partes, susceptível a forças superiores. retirada de Friend and Foe, o brilhante álbum dos Menomena!.

Sem comentários: