segunda-feira, 15 de junho de 2009

Bloco vs Durão

Segundo noticia o Sol, o Bloco de Esquerda vai votar contra a reeleição do actual Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso. Longe de ser notícia, isto não só era previsível, como estava perfeitamente expresso nos cartazes que circulavam por aí. É perfeitamente normal que o Bloco de Esquerda não esteja de acordo com as medidas tomadas por um político na linha do Barroso.



Não postei aqui isto pela notícia em si, porque não tendo conhecimento da maior parte da acção de Durão Barroso (se esta existiu) não posso concordar ou discordar do Bloco.Vou comentar sim grande quantidade, e variedade, de comentários estúpidos com que me deparei.

De uma forma geral, a grande discordância das pessoas em relação ao Bloco deve-se aos seguintes factos:


-os seus militantes serem uns palhaços da extrema esquerda que comem kaviar e bebem vodka, apoiantes do Guevara e anti-democráticos;

-o Durão é português e o que se quer é ouvir o hino tocar quando o presidente entra, e estão a deixar mal quem votou neles por não votarem no Durão;

-são uns drogaditos betinhos ricos que se importam com o povo, mas como não sofrem o que o povo sofre não prestam.

Não terá sido esta a forma exacta como os comentadores de casa-de-banho se expressaram em relação a isto, mas foi semelhante.

Agora a minha resposta a tais comentários:

- em relação ao primeiro tipo de comentários, coloco uma questão: como é possível alguém que não respeita diferentes conceitos políticos, nem sequer distingue esquerda, de Comunismo, nem Comunismo de Marxismo, é capaz de chamar anti-democrático a alguém?

-segundo, a União Europeia não é um concurso de popularidade. O Bloco não está no Parlamento para ver o Presidente da Comissão e para lhe bater palmas. Estão lá para votar e interferir no PE segundo as suas convicções do que será melhor para o país.

-terceiro, os Bloquistas por serem riquinhos são descredibilizados, já os restantes políticos, os ricalhaços, que se estão muito bem marimbando para os pobres, esses sim, têm validade.



Como devem ter reparado sou algo simpatizante do Bloco, mas, acima de tudo, acho que todas as forças políticas se devem respeitar mutuamente. E acho que as pessoas se devem importar com o que realmente é importante, e não com pormenores.

Sem comentários: