domingo, 26 de dezembro de 2010

demasiado tempo para morrer

simples, sensível, tocante. é assim esta música. instrumentalmente ligeira, simples e belíssima, assume nas letras o motivo dos avi buffalo: temos demasiado tempo para morrer, temos de nos ocupar com alguma coisa. é simples e pouco rebuscado, mas não deixa de ser uma filosofia de vida que responde a muitas questões.

Sem comentários: