terça-feira, 27 de abril de 2010

querem que os alunos tenham respeito pela bandeira e pelo hino. desculpem, mas não sou capaz disso. chamem-me anarquista, chamem-me não patriota, chamem-me traidor, mas creio que incentivar o culto de uma nacionalidade deve ser feito fora das escolas. gosto de algum fado, gosto da poesia, literatura e música ligeira portuguesa. gosto da gastronomia, das paisagens, etc. mas não me obriguem a gostar da bandeira e do hino...

Sem comentários: