domingo, 14 de fevereiro de 2010

insignificante



é insignificante o sentido de tudo. e isso enlouquece-me. louco, sou,e mais, insignificante. desculpa por ser insignificante mãe. talvez ridículo até, ou mais: "não bate bem da cabecinha". razão ela, e perdoa-me se assim faço, está nas minhas mãos sanidade, nível, inteligência, etc. por isso mesmo não, não sigo, que minhas mãos independentes, livres, pedaços de carne, que tudo carne e elas ainda assim. desculpa. não tenho vontade, desejo de ser mais, decerto, talvez tenha medo de ser mais, talvez para mim mais menos e tu, insignificante, ignoras. agrada-me a insignificância. tudo insignificante, todos insignificantes, vida insignificante. e que continue a ser insignificante.


foto de Annie Lebowitz

Sem comentários: